Entenda o que é argumentação

A argumentação é um processo linguístico que se baseia na defesa de uma ideia ou ponto de vista por parte de quem argumenta. Ela é usada em diversas situações do cotidiano, como em debates, sejam eles formais ou informais ou mesmo em situações familiares. Esse é um ponto bastante cobrado, por exemplo, nas redações de ENEM e vestibulares no geral.

Em textos como o dissertativo-argumentativo ou a carta argumentativa, o autor deve saber fazer uso dos principais recursos linguísticos e entender o contexto para a escolha do tipo de argumentação mais adequado.

Você também pode se interessar:

Entenda o que é argumentação
Entenda o que é argumentação

O que é argumentação

Argumentação consiste em uma atividade discursiva, ou seja, pode ser falada ou escrita, utilizada no intuito de influenciar determinado interlocutor por meio de argumentos. Os argumentos demandam uma estrutura composta por:

  • apresentação e organização de ideias;
  • estruturação do raciocínio em defesa de uma tese.

A argumentação pode ser entendida como um processo em o indivíduo precisa defender uma tese e persuadir o seu interlocutor.

Entenda o que é argumentação
Entenda o que é argumentação

Operadores argumentativos

A argumentação apresenta, em sua construção, um elemento linguístico essencial em sua elaboração: os operadores argumentativos. Que são, basicamente, um conjunto de conjunções, advérbios e expressões de ligação que estabelecem uma diversidade de relações. São eles:

  • Junção: faz um acréscimo de argumentos em favor ou contra uma conclusão. Os mais conhecidos são: e; e nem; e também; como também; mas também; tanto… como; além de; além disso; ainda etc.
  • Oposição: faz uma relação de termos/frases/orações com orientações opostas. Geralmente é representado por: mas; porém; contudo; todavia; entretanto; no entanto etc.
  • Causa: os enunciados se apresentam como causa ou explicação para que outro ocorra. Os principais operadores são: porque; pois; como; por isso que; já que; visto que; uma vez que etc.
  • Condição: apresenta um enunciado como sendo condição para que outro ocorra. Os operadores mais conhecidos são: se; caso; desde que; contanto que; a menos que; a não ser que etc.
  • Comparação: utilizada com frequência para se estabelecer uma relação comparativa de igualdade, superioridade ou inferioridade. Os conectivos utilizados são: tão… quanto; tão menos… quanto; tão mais… quanto; tanto quanto; menos… (do) que; mais … (do) que.
  • Finalidade: constrói uma ideia de propósito por meio dos seguintes operadores: para; a fim de; com o objetivo de; com o intuito de; com o propósito de; com a intenção de etc.
  • Conclusão: corresponde ao fechamento de uma ideia, envolvendo um raciocínio geral ou específico de uma questão apontada. Apresenta-se com os seguintes operadores: portanto; logo; então; assim; por isso; por conseguinte; de modo que; em vista disso; pois (após o verbo).
Entenda o que é argumentação
Entenda o que é argumentação

Você também pode se interessar por:

Tipos de argumentação

As principais formas de construir um argumento são:

1) Argumento de autoridade: é quando se utiliza uma personalidade de determinada área ou instituição conceituada de pesquisa para reforçar as ideias e persuadir o leitor sobre uma opinião.

2) Argumento histórico: utiliza como forma de comprovação uma série de acontecimentos e fatos históricos que remetem ao tema em discussão.

3) Argumento de exemplificação: pode apresentar, por exemplo, narrativas cotidianas para evidenciar um problema e, assim, ajudar na fundamentação do ponto de vista.

4) Argumento de comparação: faz um comparativo entre ideias distintas a fim de construir um ponto de vista apontando semelhanças ou diferenças entre as noções comparadas.

5) Argumento por raciocínio lógico: uma forma de compor as ideias com base nas relações de causa e efeito, gerando uma interpretação que pode ir de encontro com a tese defendida.

Entenda o que é argumentação
Entenda o que é argumentação

Como fazer uma boa argumentação

Para desenvolver uma boa argumentação, é preciso ter definido, primeiramente, a tese ou o ponto de vista a ser defendido.

Com a tese definida, a argumentação deve girar em torno dela. A

As etapas anteriores correspondem ao processo de planejamento da argumentação. No processo de escrita, ou terceira etapa, o autor precisa conhecer o formato em que o seu texto vai aparecer, ou seja, qual gênero textual será usado.

A argumentação precisa fechar o seu ciclo retomando a tese inicial. É importante que o leitor identifique que os argumentos utilizados possuem relação com o ponto de vista defendido pelo autor. Por isso, a argumentação precisa ser linear e feita de maneira lógica e estratégica, evitando confusões interpretativas por parte do leitor.

Com o projeto textual definido, é possível partir para a escrita. Nessa etapa, vale o domínio da estrutura do gênero textual e da linguagem a serem utilizadas. Os operadores argumentativos são os elementos linguísticos responsáveis, durante o processo de produção textual, pela construção de uma boa argumentação. O uso inadequado dos operadores pode resultar em um problema ou falha na argumentação, tornando o seu texto confuso e incapaz de persuadir o leitor.

Entenda o que é argumentação
Entenda o que é argumentação

Gêneros argumentativos

A argumentação, enquanto recurso de linguagem, pode ser usada em textos com características distintas, apesar de manterem a ideia central de persuadir o leitor. Como exemplos de texto argumentativo, temos a crônica argumentativa, a carta argumentativa, o editorial e o texto dissertativo-argumentativo.

Como fazer um bom texto argumentativo

  • estudar os aspectos gramaticais pertinentes ao desenvolvimento de um bom texto argumentativo;
  • ter bom domínio sobre o tema, realizando pesquisas e coletando informações necessárias para uma melhor preparação;
  • compreender o gênero textual, isto é, sua estrutura e regras de formação;
  • identificar o público — para quem você está escrevendo? — e, com base nessa informação, fazer as escolhas de acordo com o contexto;
  • expor as ideias de forma linear e clara ao público;
  • marcar o posicionamento ou, em outras palavras, deixar explícito ao leitor qual é a tese defendida.

Fonte

FAQ – Perguntas frequentes

O que é argumentação?

A argumentação é um processo linguístico que se baseia na defesa de uma ideia ou ponto de vista por parte de quem argumenta. Ela é usada em diversas situações do cotidiano, como em debates, sejam eles formais ou informais ou mesmo em situações familiares. Esse é um ponto bastante cobrado, por exemplo, nas redações de ENEM e vestibulares no geral.

Gostou do conteúdo? Que tal dar uma olhadinha em outros assuntos?

Não se esqueça de nos seguir nas redes sociais para ficar por dentro de tudo!

Deixe um comentário