Como usar crase

Empregar uma crase quase sempre é um pouco menos complicado do que parece. Basta seguir e memorizar essas regras a baixo que você não vai mais esquecer. Senta, pega seu caderno e presta atenção porque esse conteúdo aqui é um pouquinho massivo e cheio de regra:

Definição de crase

A crase é definida pela fusão de duas vogais idênticas, relacionadas ao emprego da preposição “a” com o artigo feminino A (s), sendo o “a” inicial referente aos pronomes demonstrativos:

  • Aquela (s)
  • Aquele (s)
  • Aquilo com o “a” pertencente ao pronome relativo a qual (as quais)

Essa fusão fica demarcada pelo acento grave, sendo assim:

  • Àquela (s)
  • Àquele (s)
  • Àquilo
  • À qual
  • À quais
Crase é a junção de a + a
Crase é a junção de a + a

Porque a crase existe

O uso do acento grave está diretamente ligado a regência verbal e nominal, especificamente o termo regente e termo regido. Desta forma, o termo regente é o verbo ou nome que exige o complemento regente pela preposição “a”, e o termo regido é aquele que completa o sentido do termo regente, permitindo a anteposição do artigo. Por exemplo:

Estou me referindo sobre a (a) nova aluna, e não a (a)quela que mudou de escola

Estou me referindo sobre à nova aluna, e não àquela que mudou de escola

O verbo referir (transitivo indireto) está sempre se referindo a alguém, assim como a fusão da preposição a + artigo feminino e com o artigo feminino + pronome demonstrativo aquela. Para entender sempre o uso da crase é importante manjar de gramática, ok?

Como usar

O termo regente deve sempre estar acompanhado pelo complemento regido da preposição “a“, e o termo regido deve admitir o artigo feminino:

  • Pedi dinheiro à minha mãe
  • Esse ano irei viajar à Inglaterra

Elementos que indicam a necessidade

Agora vamos entender quando e como usar a crase e quais são as regras para prestar atenção:

Substituição

Substitua a palavra feminina por uma masculina equivalente, se nesse caso for usado a+o, a utilização é confirmada:

  • As informações foram solicitadas à diretora / As informações foram solicitadas ao diretor
  • A prova foi entregue à mãe / A prova foi entregue ao pai

Quando houver nomes próprios geográficos, substitua o verbo da frase pelo verbo voltar, caso a sentença fique como “voltar da”:

  • Mal vejo a hora de voltar da Inglaterra / Esse ano irei viajar à Inglaterra
  • Semana que vem irei voltar de Curitiba / Não posso deixar de ir a Curitiba

Quando o nome geográfico apresentar-se modificado por um adjunto adnominal o acento grave é usado:

  • Atendo-me à bela São Paulo, não me esqueço de suas luzes

Pronomes demonstrativos

A letra “a” dos pronomes demonstrativos recebe a crase sempre que o termo regente exigir complemento regido da preposição “a

  • A encomenda foi entregue com segurança à sua casa
  • Irei adiar àquela reunião das cinco e meia
  • Tive que jogar fora àquele macarrão porque estragou

Locuções femininas

Quando o “a” acompanhar locuções femininas (adverbiais, conjuntivas e prepositivas), a crase é empregada. Sendo às vezes, à tarde, à noite, às pressas, etc (adverbiais), à frente, à espera, à procura, etc (prepositivas) e à medida, à proporção, etc (conjuntivas). Confira no exemplo a seguir:

  • Às vezes me visto de super-herói
  • Jéssica está à procura de um novo lar
  • As feridas saram à medida que o tempo passa

Locuções prepositivas

Quando as locuções prepositivas como à moda de ou à maneira de, aparecerem implícitas, mesmo diante de nomes masculinos, usa-se a acentuação:

  • O chef sugeriu a pizza à (moda) portuguesa

Não se usa crase diante da locução adverbial “a distancia“, a não ser que o termo referido se constituir de forma determinada, sendo uma locução prepositiva:

  • O ciclista foi arremessado à distancia de cinco metros
Como usar crase
Como usar crase
Via Pinterest

Quando a acentuação é optativa

Nesse caso, o uso ou desuso do acento grave é fica a critério de quem escreve, sendo necessária apenas se o autor achar conveniente. Assim, a crase é optativa sempre que se referir a locuções adverbiais que representam meio ou instrumento:

  • Marcela redige todos os seus resumos a mão
  • Pedro prefere redigir seus resumos à maquina

Quando não usar

Palavras repetidas

Em caso de palavras repetidas com o “a” no meio destas

  • Ela ficou frente a frente com o amor de sua vida
  • Meu pai viu a morte cara a cara
  • Dançamos juntos lado a lado

Vocábulos masculinos

Sabemos que a crase é a fusão de dois “a” e que para saber se a crase existe na sentença, podemos trocar a sentença para o sentido masculino, e nesse caso, se houver o emprego de “ao” a crase não é usada. A lógica aqui é a mesma, confira:

  • Esta apostila pertence a Marcus / Essa apostila pertence ao Marcus

Antes de verbos no infinitivo

Sempre que houver algum verbo no infinitivo, a crase não se faz necessária:

  • Quando me preparei para sair, começou a chover

Antes de numeral

O mesmo vale para numerais, veja no exemplo a seguir:

  • Chegou a 575 mil o numero de mortos por Covid no Brasil
Exceção a regra

A não ser que o numeral indique horas, desta forma sendo caracterizado como uma locução adverbial feminina, ele passa a receber a crase:

  • Irei partir às quinze horas

O uso da crase também é empregado quando se encontra diante de numerais ordinais femininos, uma vez que estes não podem ser empregados sem o artigo

  • Uma salva de palmas à primeira-dama

Antes da palavra casa quando não for determinada

Se em uma sentença se faz referencia a uma casa mas não se sabe a quem está casa pertence, a crase é dispensada:

  • Chegamos exaustos a casa

Entretanto, quando “casa” vier acompanhada de um adjunto adnominal, ou seja, sabe-se de quem é a casa, a crase é confirmada:

  • Chegamos exaustos à casa de Juliana

Quando a palavra terra indicar chão firme

  • Chegaram sãos e salvos a terra

Porém quando a locução se referir ao planeta Terra ou quando for para se referir a um lugar determinado, a crase é usada.

Pronomes indefinidos entre “a”

  • Não se submeta a humilhação

Pronomes + uso de artigo

  • As listas foram entregues a mim
Agora que você já sabe tudo sobre o assunto é só estudar bastante e arrasar no dia da prova
Agora que você já sabe tudo sobre o assunto é só estudar bastante e arrasar no dia da prova

Que tal aproveitar o pique para conferir alguns outros assuntos como dicas de estudos e redação?

Deixe um comentário