Caixa Cultural Salvador Recebe Exposição Verdade e Liberdade

A CAIXA Cultural Salvador abriu nesta terça-feira (18) a exposição Verdade e Liberdade: A Saga Baiana da Libertação Nacional, que conta a história da Independência do Brasil na Bahia sob o ponto de vista das lutas e resistências populares. 

A cerimônia de abertura da mostra contou com a presença da presidenta da CAIXA, Maria Rita Serrano, do governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, do senador Jaques Wagner, de representantes de instituições culturais do estado e demais autoridades.

A exposição, que fica aberta ao público de 19/07 a 27/08, possui curadoria de Ricardo Carvalho e une imagens e poesias, narrando de forma subjetiva e afetiva os personagens da saga baiana na luta pela emancipação nacional.

A mostra traz ainda os locais históricos onde os fatos ocorreram, revelando a contemporaneidade dos sítios urbanos e rurais.

“O resgate histórico feito nessa exposição é importante não só para a Bahia, mas para todo o Brasil. É a história do povo brasileiro”, disse a presidenta Maria Rita Serrano. “A CAIXA vai investir R$ 30 milhões em cultura a partir do segundo semestre. Fazia quatro anos que não havia investimentos em cultura no banco, que tem sete unidades da CAIXA Cultural. Nós abrimos o edital público para selecionar os projetos e, sem nenhuma surpresa da nossa parte, recebemos um número recorde de projetos do Brasil inteiro“, concluiu.

A abertura dessa exposição de hoje, belíssima, traz a responsabilidade para a gente fortalecer cada vez mais essa história da verdade e da liberdade“, disse o governador Jerônimo Rodrigues.

Exposição verdade e liberdade - caixa cultural, cultura, exposição - caixa cultural salvador recebe exposição verdade e liberdade - notícias

As fotografias são de Armando CR, Amanda Tropicana, Pedro Nunes, Elis Tuxa e Marcos Socco. As poesias são de autoria de Maviael Melo. Logo na primeira galeria é possível conhecer detalhes da história em um vídeo mapping produzido pelo VJ Davi Gabiru, com narração do premiado jornalista José Raimundo.

Curador da exposição, o professor, escritor e historiador Ricardo Carvalho afirma que a ideia é apresentar a permanência e a atualidade da batalha destes homens e mulheres tão importantes para a História do país. “Manter viva a memória da libertação nacional na Bahia é garantir aos baianos o acesso às raízes da sua identidade cívica, através da Arte e da História em comunhão”, afirma.

Deixe seu contato e embarque na jornada rumo ao sucesso. Juntos, vamos conquistar grandes resultados! Preencha o formulário agora e faça parte da equipe vencedora!

Independência do Brasil na Bahia

No dia 2 de julho, é celebrada a Independência do Brasil na Bahia quando, em 1823, os portugueses se renderam após 17 meses de guerra e o povo conquistou a soberania baiana.

Apesar de Dom Pedro I declarar a independência do Brasil no dia 7 de setembro de 1822, a Bahia ainda estava sob domínio das tropas portuguesas. Com a expulsão dos colonizadores, a soberania brasileira foi enfim consolidada. A vitória foi comemorada com um desfile popular que começou na Lapinha, nos arredores da cidade, e foi até o centro.

Em 2023, a data marca os 200 anos deste fato histórico.

Programação alternativa

Em paralelo à exposição, nos dias 19, 20 e 21 de julho serão realizadas outras atividades nas dependências da CAIXA Cultural Salvador relacionadas com as celebrações pelo Bicentenário da Independência do Brasil na Bahia.

Nos três dias, sete mesas temáticas com duração entre 60 e 90 minutos vão compor o seminário “Do Grito à Liberdade”, contando com um show de encerramento da cantora Marcia Short na sexta-feira (21), às 20h. A abertura do evento está marcada para as 13h30 de quarta-feira (19) com a apresentação musical do Projeto Artístico Notas Coloridas e o Grupo Mãos no Couro. As inscrições para as atividades podem ser realizadas no site da CAIXA Cultural Salvador.

Confira um resumo da programação:

19 de julho (quarta-feira)

■ 14h – Mesa 1 – A Força Feminina na Independência da Bahia (Luciana Góes e Marcia Mendes)

■ 15h15 – Mesa 2 – Versos da Liberdade: A Luta pela Independência na Poesia Baiana (Marcos Peralta)

■ 16h30 – Mesa 3 – Pelas Páginas do Tempo: Literatura Infantil e Eventos Históricos (Marcos Cajé e Carol Adesewa)

20 de julho (quinta-feira)

■ 10h – Contação de História: Felipa (Cássia Vale)

■ 14h – Mesa 4 – Memórias em Exposição: um olhar histórico-documental e a iconografia de 2 de julho (Ricardo Carvalho)

■ 15h15 – Mesa 5 – A verdadeira Independência do Brasil (Jaime Nascimento)

■ 16h30 – Mesa 6 – O Legado do Recôncavo Baiano (Bel Saubara)

21 de julho (sexta-feira)

■ 14h – Mesa 7 – Sons da Resistência: A Contribuição da Música Afro e Indígena na Independência da Bahia (Dainho Xequerê – Mãos no Couro)

■ 14h – Oficina: Ritmos de Matriz Africana

■ 20h – Show de Encerramento (Marcia Short)

SERVIÇO:

  • [Fotografia]
  • Exposição Verdade e Liberdade: A Saga Baiana da Libertação Nacional
  • Local: CAIXA Cultural Salvador – Rua Carlos Gomes, nº 57, Centro
  • Abertura: 18 de julho de 2023
  • Temporada: de 19 de julho a 27 de agosto de 2023
  • Visitação: de terça a domingo, das 9h às 17h30
  • Classificação: livre
  • Entrada franca
  • Acesso para pessoas com deficiência
  • Informações: (71) 3421-4200
  • site da CAIXA Cultural Salvador

Fale conosco nos comentários e diga oque achou dessa matéria e aproveite para ler mais notícias e estudar, como por exemplo, sobre os Povos Originários Do Brasil, no nosso site.

Deixe um comentário