Entenda o que foi a Guerra da Crimeia em 2014, conflito precursor da Guerra da Ucrânia

Guerra da Crimeia foi um revés geopolítico gerado pela invasão e anexação da Crimeia pela Rússia. Tal situação ocorreu no ano de 2014 e gera consequências político-militares até a atualidade, incluindo a atual guerra entre Ucrânia e Rússia.

A Crimeia, era uma região da Ucrânia, mas que sempre teve fortes vínculos com a Rússia. As motivações de invasão e anexação da Crimeia pela Rússia envolvem questões históricas, políticas, econômicas e culturais. Essa região apresenta importância geoestratégica em áreas comerciais e militares desde 1800.

A crise da Crimeia dura até hoje, com a Ucrânia defendendo a posição de que essa região é parte de seu território, enquanto a Rússia argumenta que a anexação da Crimeia foi feita legalmente.

Você também pode se interessar por:

O que foi a Guerra da Crimeia

Entenda o que foi a guerra da crimeia em 2014, conflito precursor da guerra da ucrânia
Entenda o que foi a Guerra da Crimeia em 2014, conflito precursor da Guerra da Ucrânia

A Crimeia era uma república autônoma da Ucrânia, que possuía grande emancipação política regional, mas permanecia como integrante do território ucraniano. Entretanto, uma parte significativa da população da Crimeia tem origem russa e é falante do idioma russo, além da região como república autônoma, sempre ter tido fortes ligações econômica e política com a Rússia.

Em 2014, mediante os distúrbios políticos na região da Crimeia, originados da oposição ao governo central da Ucrânia, a Rússia ocupou militarmente a região, algo semelhante com o que vem acontecendo agora. As tropas russas invadiram pontos estratégicos, como portos e aeroportos, enfrentando pouca resistência dos militares ucranianos. A justificativa para a invasão, era que houve uma ação para proteger os cidadãos russos na Crimeia. Porém, o ocorrido foi duramente criticado pela comunidade internacional.

A invasão gerou um plebiscito, também condenado pelas potências ocidentais, onde a comunidade da Crimeia teria optado pela anexação do território à Rússia. Esse processo foi consolidado de forma rápida e autoritária, em meio ao intenso domínio russo na região. A Ucrânia, por sua vez, defende que a Crimeia é um território ocupado de forma indevida.

Antecedentes históricos

A Crimeia foi uma região pertencente ao Império Russo e, posteriormente, à União Soviética. Nessa região, há um grande número de descendentes de russos, que compartilham vários elementos culturais.

Após a independência da Ucrânia com a queda da URSS, cresceu na Crimeia o sentimento nacionalista de integração à Rússia. Assim, a república autônoma da Crimeia apresentou oposição significativa às políticas empreendidas pelo governo central da Ucrânia, o que facilitou a ocupação russa na região em 2014.

Entenda o que foi a guerra da crimeia em 2014, conflito precursor da guerra da ucrânia
Entenda o que foi a Guerra da Crimeia em 2014, conflito precursor da Guerra da Ucrânia

Crise na Crimeia

Entenda o que foi a guerra da crimeia em 2014, conflito precursor da guerra da ucrânia
Entenda o que foi a Guerra da Crimeia em 2014, conflito precursor da Guerra da Ucrânia

A crise geopolítica na Crimeia marcou um dos maiores distúrbios político-militares na Europa desde a Guerra Fria. Essa crise gerou a invasão do território da Crimeia pela Rússia e, consequentemente, a anexação dessa península pelos russos.

As questões político-militares da Crimeia levaram ao avanço da crise geopolítica para todo o Leste Europeu. A tensão entre alguns ex-países do bloco soviético, assim como o temor de novas invasões russas na região, perdura até hoje. A Ucrânia, com o apoio das potências ocidentais, ainda defende de forma incontestável que a Crimeia é parte do seu território e que foi invadida e tomada por meio de uma ação arbitrária.

Veja também:

Importância da Criméia

Entenda o que foi a guerra da crimeia em 2014, conflito precursor da guerra da ucrânia
Entenda o que foi a Guerra da Crimeia em 2014, conflito precursor da Guerra da Ucrânia

A Rússia considera a Crimeia uma região simbólica, em razão de aspectos históricos e culturais que representam fortes laços entre russos. O grande número de descendentes e nativos russos na Crimeia é visto como um argumento disso.

Porém, a Crimeia também tem importantes vínculos com a Ucrânia, como nas práticas culturais e econômicas, além da expressiva parcela de ucranianos na população local. A Ucrânia defende que a Crimeia é integrante do seu território, o que evidencia a sua importância para os ucranianos.

Além disso, a Crimeia é uma região geoestratégica importante, com localização privilegiada, em uma zona de passagem entre rotas comerciais diversas. Essa localização tem relação, ainda, com sua relevância militar, fundamental para a proteção dos territórios russos e também ucranianos.

Consequências da Guerra da Crimeia

Entenda o que foi a guerra da crimeia em 2014, conflito precursor da guerra da ucrânia
Entenda o que foi a Guerra da Crimeia em 2014, conflito precursor da Guerra da Ucrânia

A situação levou a formação de um novo foco de tensão entre a Rússia e o Ocidente, além de promover mudanças significativas entre a população local.

Os conflitos político-militares nas províncias do leste ucraniano, por exemplo, são uma consequência da ação russa na região.

Crimeia atualmente

Entenda o que foi a guerra da crimeia em 2014, conflito precursor da guerra da ucrânia
Entenda o que foi a Guerra da Crimeia em 2014, conflito precursor da Guerra da Ucrânia

Atualmente, a Crimeia é uma república autônoma totalmente integrada à Rússia, sendo assim uma das divisões político-administrativas da Federação Russa.

A região enfrentou grandes perdas, especialmente econômicas, além da deterioração de equipamentos públicos diversos. O turismo, uma das principais atividades econômicas da Crimeia, diminuiu significativamente.

Fonte

FAQ – Perguntas frequentes

O que foi a Guerra da Crimeia em 2014?

Guerra da Crimeia foi um revés geopolítico gerado pela invasão e anexação da Crimeia pela Rússia. Tal situação ocorreu no ano de 2014 e gera consequências político-militares até a atualidade, incluindo a atual guerra entre Ucrânia e Rússia.

Porque a Crimeia é importante?

A Rússia considera a Crimeia uma região simbólica, em razão de aspectos históricos e culturais que representam fortes laços entre russos. O grande número de descendentes e nativos russos na Crimeia é visto como um argumento disso.
Porém, a Crimeia também tem importantes vínculos com a Ucrânia, como nas práticas culturais e econômicas, além da expressiva parcela de ucranianos na população local. A Ucrânia defende que a Crimeia é integrante do seu território, o que evidencia a sua importância para os ucranianos.
Além disso, a Crimeia é uma região geoestratégica importante, com localização privilegiada, em uma zona de passagem entre rotas comerciais diversas. Essa localização tem relação, ainda, com sua relevância militar, fundamental para a proteção dos territórios russos e também ucranianos.

Como está a Crimeia hoje?

Atualmente, a Crimeia é uma república autônoma totalmente integrada à Rússia, sendo assim uma das divisões político-administrativas da Federação Russa.
A região enfrentou grandes perdas, especialmente econômicas, além da deterioração de equipamentos públicos diversos. O turismo, uma das principais atividades econômicas da Crimeia, diminuiu significativamente.

Gostou do conteúdo? Que tal dar uma olhadinha em outros assuntos?

Não se esqueça de nos seguir nas redes sociais para ficar por dentro de tudo!

Deixe um comentário