O Império e as Guerras Napoleônicas 2 em 1

Após entender a Revolução Francesa vamos estudar as Guerras Napoleônicas e o Império Napoleônico:

Império Napoleônico começou em 18 de maio de 1804 e terminou em 14 abril de 1814. Esta forma de governo foi instituída após a auto nomeação de Napoleão Bonaparte como Imperador da França após a Revolução Francesa. As Guerras Napoleônicas, por sua vez, foram uma série de conflitos franceses contra as diversas alianças de nações europeias, que levaram a uma cadeia de acontecimentos.

Você pode conferir assuntos como a Revolução Francesa aqui.

Guerras napoleonicas imperio napoleonico napoleao bonaparte revoluçao francesa

Quem foi Napoleão Bonaparte

Napoleão foi um estadista e líder militar que ganhou destaque durante a Revolução Francesa, apoiado pelos girondinos. Durante o longo processo da Revolução Francesa, em 1799, com um golpe militar, Napoleão tomou o poder na França, onde nomeou a si mesmo como Imperador.

Napoleão foi responsável pela expansão territorial da França. Essa expansão chegou até o Egito e à Rússia, o que preocupou e irritou grande parte dos reinos europeus da época, especialmente a Inglaterra.

Guerras napoleonicas imperio napoleonico napoleao bonaparte revoluçao francesa
Líder político, ditador e comandante do Exercito Francês, Napoleão Bonaparte foi responsável por uma série de acontecimentos históricos que influenciaram o mundo todo

Formação do Império Napoleônico

Bonaparte se destacou ao defender a França dos ataques estrangeiros que visavam um contragolpe durante a Revolução Francesa. Países como Austria e Prússia se sentiram ameaçados com à violenta revolução e à condenação de Luís XVI (1754-1793).

Por isso, Bonaparte tinha garantido o apoio do exército, e após o conflito interno da revolução, Napoleão conseguiu apoio dos girondinos e deu o Golpe do 18 Brumário que o permitiu governar a França como Cônsul. Mais tarde, a coroação de Bonaparte aconteceu no dia 2 de dezembro de 1804.

Apesar dos franceses terem implantado uma república durante a revolução, o Império acabou sendo bem aceito por conta da popularidade de Bonaparte, e também representou uma forma de manter as conquistas da burguesia após a revolução e garantir a soberania popular.

O governo não era absolutista e sim constitucional, Napoleão foi obrigado a jurar respeito à Carta Magna. Sendo esse mais um motivo para a simpatia dos franceses.

Expansão do Império Napoleônico

Os franceses nunca esconderam sua rivalidade com a Inglaterra. O conflito vinha desde a Idade Média com a Guerra dos Cem Anos, além do assassinato da Santa francesa, Joana D’arc. Além disso, anos antes da Revolução Francesa, a França teria apoiado e financiado a Independência Americana com o objetivo de enfraquecer o Império inglês.

Desta forma, uma vez que Napoleão Bonaparte conseguiu o poder, partiu para dar início as Guerras Napoleônicas atacando a Inglaterra. Em 1805, Bonaparte ataca a Grã-Bretanha pelo mar, porém é derrotado na Batalha de Trafalgar. Onde o imperador percebe que só teria condições de invadir o país através do estrangulamento econômico, surgindo então o Bloqueio Continental, em 1806

Todos os países europeus foram proibidos de comercializar com o Reino Unido, e aquele que desobedecesse, seria invadido pelo exército francês. Vários países se recusaram a cumprir esta ordem, como Portugal e o Império Russo, assim, a França declarou guerra a eles.

Diante da invasão francesa, a família real portuguesa foge para o Brasil.

Quando invadia os países adversários, Napoleão entregava o governo a seus irmãos e casava suas irmãs com membros da nobreza e generais. Os ideais revolucionários foram espalhados nesses países e serviram de garantia dos direitos individuais.

Guerras Napoleônicas

As Guerras Napoleônicas duraram 12 anos e foram divididos em cinco coalizões que enfrentaram o império Francês, todas elas lideradas pelo Reino Unido e por países ameaçados pelo império francês como Áustria, Rússia, Prússia, Espanha, Portugal, Suécia, Império Otomano, Pérsia, Hungria, Países Baixos, etc.

A primeira grande vitória de Napoleão foi contra a Terceira Coalizão na Batalha de Austerlitz. No combate, a França derrotou um exército maior que o seu, formado por Áustria e Rússia, expulsando os russos para o leste e dissolvendo o Sacro Império Romano.

Napoleão venceu também a terceira e a quarta coalizão. Perdeu na última em uma tentativa fracassada de invadir a Rússia em 1812, durante o rigoroso inverno. Foi exilado na ilha de Elba, e retornou à França e para uma última tentativa. A famosa Batalha de Waterloo, na Bélgica foi onde Napoleão finalmente foi superado pelos exércitos inglês e prussiano.

Napoleão foi preso pelo Reino Unido e exilado na ilha de Santa Helena até sua morte em 1821.

Guerras napoleonicas imperio napoleonico napoleao bonaparte revoluçao francesa
Dizem que Napoleão teria acabado a batalha caído de seu cavalo

Fim do Império

O Imperador Frances não conseguiu conter as rebeliões em diferentes partes do seu domínio e em 6 de abril de 1814, Bonaparte abdicou do trono. Napoleão se exilou na ilha de Elba, na costa italiana, mas rapidamente consegue voltar à França liderando um grande exército.

No entanto, a Batalha de Waterloo, 1815, acaba com sua derrota e apreensão. O Império Napoleônico fez com que a França consolidasse as instituições já estabelecidas durante o Consulado, sendo elas o ensino público, Banco da França, Código Civil e o Código de Comércio. O país também foi dividido territorialmente em departamentos a fim de facilitar o governo.

Na Europa, as guerras napoleônicas finalizaram termo ao Sacro Império Romano-Germânico, provocaram o fim total do feudalismo que já estava em declínio, e cooperaram para o nascimento do nacionalismo em regiões como a Bélgica, Itália e Alemanha que até então faziam parte do Império Romano-Germânico.

Para Portugal, com a fuga da família real para o Brasil, tornou o processo de independência brasileira diferenciado dos demais, uma vez que nesse momento, o Brasil deixava de ser uma colônia e passava a ser Reino Unido a Portugal, e posteriormente após a independência um império brasileiro.

Guerras napoleonicas - guerras napoleonicas, imperio napoleonico, napoleao bonaparte, revolução francesa - o império e as guerras napoleônicas 2 em 1 - chegada da familia real destaque - história, história geral
Chegada da família real no Brasil

Congresso de Viena

Após a derrota de Napoleão, as nações europeias se reuniram na cidade de Viena, onde foi realizado o pacto conhecido como Santa Aliança. As nações que venceram a França, restauraram as antigas monarquias que foram derrubadas durante a expansão napoleônica.

A própria França inicia o reinado de Luís XVIII, que mais tarde passaria pela Segunda República Francesa e Segundo Império Frances, liderado por Luis Napoleão Bonaparte, irmão do próprio Napoleão.

FAQ – Perguntas frequentes

O que foi o império napoleônico?

Império Napoleônico começou em 18 de maio de 1804 e terminou em 14 abril de 1814. Esta forma de governo foi instituída após a auto nomeação de Napoleão Bonaparte como Imperador da França após a Revolução Francesa. As Guerras Napoleônicas, por sua vez, foram uma série de conflitos franceses contra as diversas alianças de nações europeias, que levaram a uma cadeia de acontecimentos.

Quem foi Napoleão Bonaparte?

Napoleão foi um estadista e líder militar que ganhou destaque durante a Revolução Francesa, apoiado pelos girondinos. Durante o longo processo da Revolução Francesa, em 1799, com um golpe militar, Napoleão tomou o poder na França, onde nomeou a si mesmo como Imperador.
Napoleão foi responsável pela expansão territorial da França. Essa expansão chegou até o Egito e à Rússia, o que preocupou e irritou grande parte dos reinos europeus da época, especialmente a Inglaterra.

Como foi o fim do período napoleônico?

O Imperador Frances não conseguiu conter as rebeliões em diferentes partes do seu domínio e em 6 de abril de 1814, Bonaparte abdicou do trono. Napoleão se exilou na ilha de Elba, na costa italiana, mas rapidamente consegue voltar à França liderando um grande exército.

Se gostou do conteúdo, não deixe de compartilhar e nos seguir nas redes sociais para mais estudos!

Deixe um comentário