Qual é a história da Ucrânia e sua ligação com a Rússia

Qual é a história da Ucrânia? E porque a Rússia de Putin tem tanto interesse no país? Como outras nações vizinhas, os dois países possuem tanto laços históricos e culturais que as unem quanto que as separam. Isto é, da mesma forma que são países muito semelhantes, acabam sendo países bastante distintos entre si.

Essa herança em comum remonta ao século 9, quando Kiev, a atual capital ucraniana, era centro do primeiro Estado eslavo, criado por um povo que se autodenominava “rus”. Foi esse grande Estado medieval, que os historiadores chamam de Rus de Kiev, que deu origem à Ucrânia e à Rússia – cuja capital atual, Moscou, surgiu no século 12.

Você também pode se interessar:

História da Ucrânia

Qual é a história da ucrânia e sua ligação com a rússia
Qual é a história da Ucrânia e sua ligação com a Rússia

Para entender a história da Ucrânia, precisamos também entender a história de Rus de Kiev.

A fé professada na antiga Rus, era a cristã ortodoxa, instituída em 988 por Vladimir 1º de Kiev (ou São Vladimir Svyatoslavich “O Grande”), que consolidou o reino Rus no território que corresponde hoje a Belarus, Rússia e Ucrânia, estendido até o Mar Báltico.

Entre os vários dialetos eslavos falados na região, acabaram se desenvolvendo as línguas ucraniana, bielorrussa e russa, que apesar de semelhantes, não são iguais.

É por causa desse passado compartilhado que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirma que “russos e ucranianos são um povo, um único todo”. Frequentemente, Putin reivindica que não existem diferenças entre os povos.

No entanto, apesar da origem comum, a história da Ucrânia tomou caminhos diferentes da dos russos pelo menos nos últimos nove séculos, quando estiveram sob domínio de povos diferentes.

Disputas pelo local

Qual é a história da ucrânia e sua ligação com a rússia
Qual é a história da Ucrânia e sua ligação com a Rússia

Em meados do século 13, a federação de principados de Rus foi conquistada pelo Império Mongol. E no final do século 14, o território acabou dividido entre o Grão-Principado de Moscou e o Grão-Ducado da Lituânia (que mais tarde se juntou à Polônia), que se aproveitaram do declínio do poder mongol para avançarem sobre a região.

Kiev e as áreas adjacentes, por sua vez, ficaram sob o domínio da Comunidade Polaco-Lituana – o que deixou a região oeste da Ucrânia mais exposta a influências ocidentais nos séculos seguintes, desde a contrarreforma até o renascimento.

A chamada Galícia dos Cárpatos, também no oeste da Ucrânia, chegou a ser governada por um longo período pela dinastia dos Habsburgo, conhecida por estar à frente dos impérios Austríaco e Austro-Húngaro.

Assim, essa porção ocidental do país teve uma história completamente diferente daquela vivida no leste ucraniano. Sendo esse o principal argumento de Putin para a invasão da Ucrânia.

Você também pode se interessar:

Guerra antiga

Qual é a história da ucrânia e sua ligação com a rússia
Qual é a história da Ucrânia e sua ligação com a Rússia

No século 17, uma guerra entre a Comunidade Polaco-Lituana e o czarismo da Rússia colocou as terras a leste do rio Dnieper, região que era conhecida como “margem esquerda” da Ucrânia, sob o controle da Rússia Imperial.

Em 1764, a imperatriz russa Catarina, desarticulou o Estado cossaco ucraniano que dominava as regiões central e noroeste do território e passou a avançar sobre terras ucranianas até então dominadas pela Polônia.

Em seguida, uma política conhecida como russificação proibiu o uso e o estudo da língua ucraniana na região. As populações locais foram pressionadas a se converter à fé ortodoxa russa, para que pudessem constituir mais uma das “pequenas tribos” do grande povo russo.

Em paralelo, o nacionalismo se intensificou nas terras mais a oeste, que passaram da Polônia para o Império Austríaco, onde muitos começaram a se chamar de “ucranianos” para se diferenciar dos russos. Sendo essas uma das principais raízes da história da Ucrânia.

Com o século 20, veio a Revolução Russa e a criação da União Soviética, que mais uma vez manteve o povo ucraniano sob uma espécie de guarda-chuva russo.

Dominação soviética

Qual é a história da ucrânia e sua ligação com a rússia
Qual é a história da Ucrânia e sua ligação com a Rússia

Durante a história da Ucrânia, a parte ocidental da região foi tomada da Polônia pelo líder soviético Joseph Stalin no final da Segunda Guerra Mundial, quando foi constituída a República Socialista Soviética da Ucrânia.

Na década de 1950, Moscou atendeu a uma demanda antiga da Ucrânia e transferiu a península da Crimeia para a república, que voltou para controle russo em 2014, quando a Rússia de Putin a invadiu e anexou.

Durante o período de dominação soviética, a tentativa de submeter a Ucrânia à influência russa se intensificou. Milhões de ucranianos que já faziam parte da União Soviética na década de 1930 morreram em uma grande fome – que ficou conhecida como Holodomor – promovida como estratégia para forçar os camponeses a se unirem à política comunista de fazendas coletivas.

Mesmo assim, a Moscou soviética nunca dominou culturalmente a Ucrânia.

Embora o russo fosse a língua dominante, as crianças aprendiam ucraniano no ensino primário, muitos livros eram publicados no idioma local e, na segunda metade do século 20, “um forte movimento nacionalista ucraniano protagonizado por pessoas que tiveram uma educação ucraniana” cresceu na União Soviética, barrando mais uma vez o processo de russificação da Ucrânia.

História da Ucrânia em liberdade

Qual é a história da ucrânia e sua ligação com a rússia
Qual é a história da Ucrânia e sua ligação com a Rússia

Em 1991, a União Soviética entrou em colapso e, em 1997, um tratado entre Rússia e Ucrânia estabeleceu a integridade das fronteiras ucranianas.

No entanto, as regiões de cada um dos lados do rio Dnieper possuem contrastes profundos, marcados pela extensão do domínio russo.

A leste, os laços com Moscou são mais fortes, e a população tende mais a seguir a religião ortodoxa e a falar o idioma russo.

Enquanto na parte ocidental, os séculos sob o domínio de potências europeias, como a Polônia e o Império Austro-Húngaro, acabam contribuindo para que muitos de seus habitantes fossem católicos e que preferissem falar a língua local.

Essa polarização ucraniana é o ponto em que Putin se apoia para a invasão mais recente, uma vez que a porção oriental da Ucrânia, possuí fortes ligações culturais, linguísticas e religiosas com a Rússia.

Fonte

Qual é a história da Ucrânia e sua ligação com a Rússia

FAQ – Perguntas Frequentes

Qual a ligação entre Rússia e Ucrânia?

Essa herança em comum remonta ao século 9, quando Kiev, a atual capital ucraniana, era centro do primeiro Estado eslavo, criado por um povo que se autodenominava “rus”. Foi esse grande Estado medieval, que os historiadores chamam de Rus de Kiev, que deu origem à Ucrânia e à Rússia – cuja capital atual, Moscou, surgiu no século 12.

Quando foi a independência da Ucrânia?

Em 1991, a União Soviética entrou em colapso e, em 1997, um tratado entre Rússia e Ucrânia estabeleceu a integridade das fronteiras ucranianas.

Porque existe tensão entre o lado leste e oeste ucraniano?

No entanto, as regiões de cada um dos lados do rio Dnieper possuem contrastes profundos, marcados pela extensão do domínio russo.
A leste, os laços com Moscou são mais fortes, e a população tende mais a seguir a religião ortodoxa e a falar o idioma russo.
Enquanto na parte ocidental, os séculos sob o domínio de potências europeias, como a Polônia e o Império Austro-Húngaro, acabam contribuindo para que muitos de seus habitantes fossem católicos e que preferissem falar a língua local.
Essa polarização ucraniana é o ponto em que Putin se apoia para a invasão mais recente, uma vez que a porção oriental da Ucrânia, possuí fortes ligações culturais, linguísticas e religiosas com a Rússia.

Gostou do conteúdo? Que tal dar uma olhadinha em outros assuntos?

Não se esqueça de nos seguir nas redes sociais para ficar por dentro de tudo!

Deixe um comentário