Como aprender as Leis de Newton de maneira simples

As leis de Newton são as bases para a mecânica clássica. Mecânica que usamos até hoje para a solução de problemas e que foi a base da evolução em outros ramos da física. Neste artigo, vamos entender a fundamentação das três leis de maneira fácil para o seu aprendizado.

Conheça as três Leis de Newton:

⦁ Princípio fundamental da dinâmica;
⦁ Lei da Inércia;
⦁ Lei de Ação e Reação.

Leis de newton - leis de newton - como aprender as leis de newton de maneira simples - captura de tela 2021 01 23 213753 - física
Leis de Newton

Um dos maiores cientistas da história, considerado um gênio e responsável por contribuições na área da física e matemática, Isaac Newton, fundamentou as três leis que explicam a dinâmica envolvendo movimento dos corpos. Filósofo, físico, cientista, matemático, astrônomo, teólogo e alquimista foi conhecido por um método experimental de investigação que tornou-se exemplo de método de investigação para as ciências.

O princípio fundamental da dinâmica, a lei da inércia, e a lei de ação e reação são conhecidas como as Leis de Newton. Os métodos foram publicados pela primeira vez no ano de 1687 em uma obra de três volumes com o título Princípios Matemáticos da Filosofia Natural.

A sua contribuição foi tão importante que através da mecânica de Newton foi traçada a trajetória de asteroides e o surgimento de marés. Seu empenho para a física foi extremamente necessário. Seu método foi capaz de explicar fenômenos naturais, através de equações matemáticas, o que modificou o universo da física e matemática. Utilizadas juntas as três leis de Newton são uma maneira de descrever a dinâmica dos corpos ou seja como alterar o seu estado de movimento.

Quer saber mais detalhes sobre as três leis de Newton que regem a mecânica? Então vamos lá!

⦁ Lei da Inércia

“Todo corpo que está em movimento ou repouso, tende a permanecer neste estado a menos que forças externas sejam aplicados sobre ele”. É o que fala a Lei da Inércia, considerada a primeira lei de Newton. Falando de forma matemática, podemos descrever isso da seguinte forma:
Ao menos que ocorra alguma força resultante não nula sobre um corpo, ele se manterá em repouso ou se mover ao longo de uma linha reta com velocidade constante. A Lei da Inércia, como o próprio nome diz explica as forças inerciais, que são aquelas que aparecem quando os corpos estão propensos a alguma força que produza aceleração.

⦁ Lei da Superposição de Forças

Considerada a segunda lei de Newton, a Lei da Superposição de Forças, também conhecida como Princípio Fundamenta da Dinâmica tem em sua definição a seguinte forma: “A mudança de movimento é proporcional à força motora imprimida e é produzida na direção de linha reta na qual aquela força é aplicada.”

Essa lei revela que a “aceleração produzida sobre um corpo é diretamente proporcional ao módulo da força aplicada sobre ele e inversamente proporcional à sua massa”. A representação dessa lei ocorre através da equação:

Leis de newton - leis de newton - como aprender as leis de newton de maneira simples - captura de tela 2021 01 24 123421 - física
Aceleração = Força dividido pela massa

“As forças são grandezas vetoriais, ou seja, são escritas com uma seta apontada sempre para direita acima de seu símbolo. Essa seta não indica o módulo ou a direção da grandeza vetorial, indica somente que elas são vetoriais. Conforme a Segunda Lei de Newton, a força resultante aplicada sobre um corpo produz nele uma aceleração na mesma direção e sentido da força resultante”:

Leis de newton - leis de newton - como aprender as leis de newton de maneira simples - captura de tela 2021 01 24 123612 - física
Força Resultante = massa x aceleração

“O Princípio da Superposição também pode ser calculado pela soma vetorial de todas as forças que atuam sobre o corpo” 

Leis de newton - leis de newton - como aprender as leis de newton de maneira simples - captura de tela 2021 01 24 123730 - física

Continuando, “Newton enunciou essa lei em função de uma outra grandeza física: o impulso. De acordo com esse enunciado, a força resultante (FR) aplicada sobre um corpo durante um intervalo de tempo (Δt) produz uma mudança em sua quantidade de movimento (ΔQ), que é igual ao impulso (I) produzido sobre esse corpo. Assim, a força resultante (FR) pode ser escrita como a mudança na quantidade de movimento (ΔQ) durante um intervalo de tempo (Δt)”.

Leis de newton
Leis de Newton

⦁ Lei da Ação e Reação

Esta lei, chamada de Ação e Reação está relacionada as forças de interação entre dois corpos. Exemplo disso é “quando um determinado objeto A exerce uma força sobre um outro objeto B. Este outro objeto B, por sua vez vai exercer uma força de mesma intensidade, mesma direção e sentido contrário sobre o objeto A. Como as forças são aplicadas sobre corpos diferentes, elas não se equilibram”.

Exemplos:
⦁ Quando um atirador efetua um tiro ele é impulsionado no sentido contrário da bala através de uma forla que reage ao disparo.
⦁ Quando ocorre uma colisão entre dois veículos, eles exercem força com a mesma intensidade e no sentido contrário. Mas quando essa colisão ocorre é possível ver que um deles ficou mais deformado do que o outro. Isso ocorre pela diferença de estrutura dos carros envolvidos.

A terceira Lei de Newton é determinada pela seguinte equação:

Leis de newton - leis de newton - como aprender as leis de newton de maneira simples - captura de tela 2021 01 24 123831 - física

Saiba como tornar o ensino em física mais eficiente

A física, assim como a matemática, é uma das disciplinas que mais assustam os estudantes, sejam em provas da escola ou até em avaliações para concursos públicos. Mas ela não é um bicho de sete cabeças como todos pensam. Existem maneiras de aprender de forma fácil, eficiente e produtiva. Neste conteúdo extra você terá acesso a algumas dicas para ficar em dias com esta disciplina.

⦁ Relacione a física com acontecimentos do cotidiano

Uma maneira de estudar física de maneira mais simples é enxerga-la como presente no cotidiano. Fenômenos físicos ocorrem a todo momento. Pare e perceba qual tipo de lei da física se aplica nele. É uma boa maneira de começar.

⦁ Comece pelo o mais simples

Iniciar pelo conteúdo mais básico é uma forma de aprender física de maneira mais produtiva. Faça o estudo de maneira progressiva. Se fizer o contrário, provavelmente você ficará frustrado e passará a odiar esta disciplina. O ideal é começar com o básico e ir aumentando o grau de dificuldade.

⦁ Busque conteúdos explicativos, como vídeo aulas

Atualmente, o Youtube oferece diversos canais em que você pode se jogar em diversas aulas de física. São canais bem explicativos onde teoria e prática são ensinados de maneira bem didática e podem ser um alento àqueles que possuem dificuldades com a disciplina.

⦁ Faça um cronograma de exercícios

Na física, teoria e prática se encontram. Para que você possa desenvolver seu potencial na disciplina é fundamental que pratique exercícios da matéria. Portanto, crie uma agenda de exercício e aos poucos vá se familiarizando com a disciplina. Com planejamento, o estudo fica cada vez mais empolgante.

Outro ponto forte para aprender a disciplina é reforçar esses exercícios, repetindo-os sempre que possível. Isso ajuda a firmar o conhecimento. Fazer simulados e monitorar os erros da disciplina é uma maneira de aprendizado. Com todas essas dicas agora sim será possível você tirar proveito da disciplina, seja para fazer uma prova na escola ou até mesmo para prestar um concurso público.

Gostou dessas dicas sobre como aprender as Leis de Newton e como ter um estudo em física mais proveitoso? Acesse e conheça a Aware Academy, que proporciona cursos que vão te ajudar a despertar seus verdadeiros potenciais.

Acesse Dicas de Estudo e veja conteúdos que vão te ajudar agora a ter melhores resultados nos seus concursos e vestibulares.

Deixe um comentário