Origem da Páscoa: Você conhece a História dessa Tradição?

Você conhece a origem e história da Páscoa? Engana-se quem acha que a resposta está apenas na páscoa cristã, uma vez em que essa também se baseia na páscoa de origem judaica. A palavra Páscoa em português deriva do termo em hebraico “Pessach”, que significa passagem.

A Páscoa como conhecemos hoje no mundo ocidental sofreu influências de elementos da cultura pagã de povos germânicos, além é claro, das religiões de raízes abraâmicas.

Durante a Idade Média, também surgiram tradições populares relacionadas à Páscoa, muitas delas com elementos pagãos incorporados. Por exemplo, a tradição de presentear ovos coloridos remonta a práticas antigas que simbolizavam a chegada da primavera e a fertilidade.

Essa celebração possui data móvel, geralmente baseado no início da primavera no hemisfério norte. Então para esclarecer em como chegamos a essa data e as diferenças culturais entre vários povos, vamos conhecer a história da Páscoa e se você ficar com dúvidas, é só deixar nos comentários.

História da Páscoa

A palavra “Páscoa” tem raiz na palavra hebraica “Pessach”, que significa “passagem”. No contexto do judaísmo, a Páscoa está ligada à libertação do povo hebreu da escravidão no Egito, conforme relatado na Bíblia. Nessa ocasião, o povo foi instruído a sacrificar um cordeiro e marcar as portas de suas casas com seu sangue, para que o anjo da morte passasse por elas sem causar danos.

Você conhece a origem e história da Páscoa?

Para os cristãos, a Páscoa representa a ressurreição de Jesus Cristo após sua crucificação, conforme descrito nos Evangelhos. A celebração da Páscoa cristã está associada à morte e à ressurreição de Jesus, simbolizando a vitória sobre o pecado e a morte.

Ao longo dos séculos, a Páscoa adquiriu diferentes tradições em diferentes culturas. Entre elas estão os ovos de Páscoa, que simbolizam a vida e a fertilidade, e o coelho da Páscoa, um símbolo de renovação e abundância.

Deixe seu contato e embarque na jornada rumo ao sucesso. Juntos, vamos conquistar grandes resultados! Preencha o formulário agora e faça parte da equipe vencedora!

Páscoa Cristã

O significado da Páscoa cristã é ligeiramente diferente da Páscoa judaica, pois é mais focada em relembrar os três dias da morte até a ressurreição de Cristo, sendo essa um dos principais pilares da fé cristã.

Na fé cristã, Cristo, ofereceu-se em sacrifício para salvar a humanidade do pecado. Depois de ter sido crucificado e morto, ressuscitou após três dias. A crucificação e ressurreição de Cristo teriam acontecido exatamente na época de realização do festival judaico, o que criou um paralelo entre as duas comemorações.

História da páscoa - páscoa cristã
História da Páscoa – Páscoa Cristã

Na tradição cristã católica, a páscoa encerra a Quaresma, que é basicamente um período de quarenta dias marcado por jejuns. A última semana da Quaresma, chamada de Semana Santa, é iniciada pelo Domingo de Ramos, que marca a entrada de Cristo em Jerusalém; passa pela Sexta-feira da Paixão, que faz referência à morte de Cristo; e é finalizada no Domingo de Páscoa, que celebra a ressurreição.

A data da Páscoa foi instituída pela Igreja durante o Concílio de Niceia, em 325 d.C.. A Igreja determinou que a primeira lua cheia após o equinócio de primavera seria a data para iniciar-se a comemoração da Páscoa. O equinócio marca o início da primavera no hemisfério norte. Sendo essas, umas das datas instauradas para melhor aceitação do cristianismo por povos recém catequisados ou conquistados.

História da Páscoa Judaica

História da páscoa - páscoa judaica
História da Páscoa – Páscoa Judaica

A palavra Páscoa vem do hebraico, Pessach, e no judaísmo, a celebração relembra a libertação do povo hebreu da escravidão no Egito. Historicamente, a comemoração da Páscoa é comemorada com início da primavera é antecede a Cristo.

Na tradição judaica, essa festa foi uma ordem direta de Javé a Moisés, que a transmitiu para o povo hebreu conforme o relato bíblico descrito em Êxodo 12:21-27. A comemoração foi aderida pelos povos cristãos, uma vez que o próprio Jesus era judeu e comemorava a Páscoa com seu significado judaico.

Você também pode se interessar:

Páscoa Pagã

O cristianismo, em geral, durante o processo de conversão de povos germânicos pagãos, apropriou-se de inúmeras tradições desses povos, e por isso, a Páscoa, possui algumas associações com tradições pagãs.

Acredita-se que a Páscoa seja um equivalente ao culto à deusa germânica Eostern, também chamada de Ostara. O termo Páscoa em inglês e alemão, inclusive, muito provavelmente tem sua origem baseada nessa deusa. Veja:

  • Easter, o termo em inglês para a Páscoa;
  • Ostern, o termo em alemão para a Páscoa

As festas que aconteciam entre povos germânicos e celtas para essa deusa eram realizadas na mesma época da festa cristã, celebrando o inicio da primavera.

História da páscoa - páscoa pagã
História da Páscoa – Páscoa Pagã

É por causa dessa festa pagã, que atribui-se alguns dos principais símbolos da páscoa – o coelho e os ovos, que simbolizam a fertilidade da terra. Assim, à medida que esses povos foram cristianizados, esses elementos foram sendo absorvidos pela festa cristã. A tradição de enfeitar os ovos e escondê-los teria chegado ao continente americano por meio de imigrantes alemães no século XVIII.

Fonte: Site história do Mundo

Chocolate e a Páscoa

Origem da páscoa - historia da pascoa, judaísmo, origem da páscoa, páscoa, religião - origem da páscoa: você conhece a história dessa tradição? - ovo pascoa - história, história geral
História da Páscoa

Mas o que chocolate tem a ver com páscoa? A tradição de presentear as pessoas queridas com ovos veio de origem pagã, como já vimos anteriormente. O chocolate passou a ser um incremento ao ovo utilizado pelos franceses, que os ovos esvaziavam e o recheavam com o mesmo, sendo essa a origem do ovo de Páscoa que conhecemos hoje.

Muitos anos depois, no século XIX, passou-se a fazê-los completos de chocolate. Apesar de não existir nenhuma cultura que justifique o hábito, comemos chocolate porque é gostoso e foi a representação escolhida para a data.

FAQ Rápido sobre Origem da Páscoa

Qual é a origem e história da Páscoa?

Você conhece a origem e história da Páscoa? Engana-se quem acha que a resposta está apenas na páscoa cristã, uma vez em que essa também se baseia na páscoa de origem judaica. A Páscoa como conhecemos hoje no mundo ocidental sofreu influências de elementos da cultura pagã de povos germânicos, além é claro, das religiões de raízes abraâmicas.

Porque judeus comemoram a Páscoa?

A palavra Páscoa vem do hebraico, Pessach, e no judaísmo, a celebração relembra a libertação do povo hebreu da escravidão no Egito. Historicamente, a comemoração da Páscoa é comemorada com início da primavera é antecede a Cristo.
Na tradição judaica, essa festa foi uma ordem direta de Javé a Moisés, que a transmitiu para o povo hebreu conforme o relato bíblico descrito em Êxodo 12:21-27. A comemoração foi aderida pelos povos cristãos, uma vez que o próprio Jesus era judeu e comemorava a Páscoa com seu significado judaico.

Porque cristãos comemoram a Páscoa?

Na fé cristã, Cristo, ofereceu-se em sacrifício para salvar a humanidade do pecado. Depois de ter sido crucificado e morto, ressuscitou após três dias. A crucificação e ressurreição de Cristo teriam acontecido exatamente na época de realização do festival judaico, o que criou um paralelo entre as duas comemorações.

Qual é a Páscoa pagã?

Acredita-se que a Páscoa seja um equivalente ao culto à deusa germânica Eostern, também chamada de Ostara. O termo Páscoa em inglês e alemão, inclusive, muito provavelmente tem sua origem baseada nessa deusa.

Porque o coelho e os ovos são símbolos da Páscoa?

As festas que aconteciam entre povos germânicos e celtas para essa deusa eram realizadas na mesma época da festa cristã, celebrando o inicio da primavera.
É por causa dessa festa pagã, que atribui-se alguns dos principais símbolos da páscoa – o coelho e os ovos, que simbolizam a fertilidade da terra. Assim, à medida que esses povos foram cristianizados, esses elementos foram sendo absorvidos pela festa cristã. A tradição de enfeitar os ovos e escondê-los teria chegado ao continente americano por meio de imigrantes alemães no século XVIII.

Porque comemos chocolate na Páscoa?

A tradição de presentear as pessoas queridas com ovos veio de origem pagã, como já vimos anteriormente.
O chocolate passou a ser um incremento ao ovo utilizado pelos franceses, que os ovos esvaziavam e o recheavam com o mesmo, sendo essa a origem do ovo de Páscoa que conhecemos hoje. Muitos anos depois, no século XIX, passou-se a fazê-los completos de chocolate.

Fale conosco nos comentários e diga oque achou dessa matéria e aproveite para ler mais notícias e estudar, como por exemplo, 5 Assuntos De Exatas Que Mais Caem Na Prova, no nosso site.

Deixe um comentário