Redação Nota Mil: 10 Dicas para uma Redação Perfeita no Enem 2023

Já falamos aqui no site do Professor Smart sobre como é importante estudar e se preparar dicas do Enem 2023 e compartilhamos várias dicas para a Redação do Enem. Mas, se você está procurando uma forma de escrever uma Redação Nota Mil no Enem, então, a situação é um pouco mais séria e você precisa de uma ajudinha especial.

Nesse artigo iremos enumerar 10 dicas de como fazer uma redação que atinja a nota máxima, e isso serve não apenas para o ENEM 2023 (site oficial), mas também com outras redações de outros vestibulares.

Vale a pena relembrar que não existe receitinha magica, mas com a dedicação certa, você com certeza pode conseguir uma redação nota mil! Então, se seu objetivo é conseguir fazer uma redação nota mil no próximo ENEM? Então da uma olhadinha aqui e, se ficar com dúvidas, é só deixar nos comentários.

Como Fazer uma Boa Redação

Fazer uma redação nota 1000 no Enem requer uma abordagem abrangente e cuidadosa. Primeiramente, é essencial compreender e analisar o tema proposto de maneira aprofundada, identificando seus aspectos centrais. Em seguida, é importante estruturar a redação de forma coerente, com introdução, desenvolvimento e conclusão bem organizados.

Mais dicas para uma Redação nota mil

No desenvolvimento, é crucial apresentar argumentos consistentes e fundamentados, utilizando exemplos relevantes para embasá-los. É importante também articular as ideias de forma clara e coesa, utilizando conectivos adequados para garantir a fluidez do texto.

A utilização de repertório sociocultural é um diferencial, trazendo referências, citações e dados que enriqueçam a argumentação. Além disso, é fundamental demonstrar uma boa capacidade de análise crítica e apresentar propostas concretas para a problemática abordada.

Por fim, é imprescindível revisar o texto cuidadosamente, verificando erros gramaticais, de ortografia e de coesão. Uma redação nota 1000 no Enem reflete não apenas uma escrita correta, mas também uma visão ampla do tema, um raciocínio claro e uma argumentação consistente.

Deixe seu contato e embarque na jornada rumo ao sucesso. Juntos, vamos conquistar grandes resultados! Preencha o formulário agora e faça parte da equipe vencedora!

Crie um esqueleto para o texto

Essa sugestão envolve a criação de uma estrutura fundamental para o seu texto, que normalmente gera um “esqueleto”, ou seja, uma estrutura que pode ser aplicada a qualquer tema. Nesse sentido, você irá planejar como a introdução, os desenvolvimentos e a intervenção funcionarão, buscando conectivos e estilos que se adequem às suas necessidades.

Dicas de redação
Redação nota mil

A introdução por exemplo é o começo da sua narração dissertativa. É ideal que ela tenha apenas um parágrafo e é necessário apresentar nessa parte a ideia central do texto. Dessa forma, quem vai ler irá ter a clareza do que será tratado nas linhas seguintes. Já quando se fala em desenvolvimento do texto isso quer dizer o corpo do texto. É equivalente a aproximadamente três parágrafos, onde devem ser apresentados os argumentos de maneira coerente.

E por fim a conclusão. Como próprio nome sugere é o encerramento da sua redação de certa ativa. Essa parte também deverá ter apenas um parágrafo, assim como a introdução é ideal fazer o resgate da ideia central e expor uma solução para a problemática apresentada na temática.

Estude redações que tiraram nota máxima

Examinar uma redação com pontuação máxima de edições anteriores permitirá que você observe, na prática, a implementação de um determinado plano de texto, de uma estrutura básica.

Além disso, você terá acesso a diversas abordagens distintas de planejamento de texto, de escrita e de argumentação, o que ampliará seu repertório.

Se quiser consultar redações que já tiraram nota máxima, você pode vê-las aqui no site oficial do MEC.

10 dicas para uma redação nota mil
Redação nota mil

Gramática

10 dicas para uma redação nota mil
Redação nota mil

Aprofunde seus estudos em gramática. Esse aspecto é um dos que mais podem impactar sua pontuação. É crucial revisar as regras gramaticais mais importantes nesta fase final.

Ao identificar suas fragilidades, você se preparará melhor e ganhará confiança para a prova. Reforce seu conhecimento ao estudar esses tópicos.

  • Vírgula;
  • Regência e uso da crase;
  • Concordância;
  • Colocação pronominal;
  • Referenciar (uso de pronomes demonstrativos e, como bônus, uso de pronomes reativos).

Repertórios socioculturais


Utilize cinco conjuntos versáteis de repertórios socioculturais para suas redações e dedique-se exclusivamente a praticar com eles nas semanas finais.

Contextualizações versáteis otimizam o tempo de produção e fortalecem sua argumentação de forma mais eficaz. Consumir uma quantidade significativa de jornais por meio de leitura e visualização pode ser útil nesse sentido.

10 dicas para uma redação nota mil
Redação nota mil

Revise seu texto várias vezes

10 dicas para uma redação nota mil
Redação nota mil

Faça uma revisão minuciosa! Quantas vezes for preciso. Leia e releia seu texto repetidamente antes de entregá-lo, seja em um teste, em uma prova ou apenas em um treino. Essa estratégia auxilia na redução de erros e assegura que sua redação alcance verdadeiramente a nota máxima.

Aumente seu vocabulário


Procurar sinônimos para cada uma das expressões repetidas é uma prática frequente em seu texto. Essa estratégia irá enriquecer seu repertório vocabular e reduzir as chances de penalização na competência Redação.

É importante que você domine a leitura para que aprenda a maneira correta de usar o português na sua redação. No texto dissertativo é necessário que seja escrito na norma culta da língua portuguesa. Gírias e dialetos devem ser evitados.

10 dicas para uma redação nota mil
Redação nota mil

É necessário também prestar muita atenção na hora de escrever para ser exato em relação às regras gramaticais. Caso na hora da redação exista alguma dúvida sobre a grafia de alguma palavra é melhor não arriscar. Para isso você pode pensar em um sinônimo para substituí-la.

Treine e Foque

10 dicas para uma redação nota mil
Redação nota mil

Ao escrever, você efetivamente testa e exercita tudo o que foi aprendido. O que acontece com muitos estudantes é que eles divagam no texto e acabam escrevendo mais do que o necessário. Ser objetivo, ir direto ao ponto é fundamental para uma boa escrita.

Limitar-se apenas à teoria não produz resultados expressivos. É necessário absorver sugestões, participar de aulas, debater, estudar e, acima de tudo, praticar a escrita, colocando em prática todo o conhecimento adquirido.

Ao mesmo tempo que você deve lembrar que ao mesmo tempo que não deve utilizar gírias, o uso de palavras rebuscadas e expressões eruditas também podem atrapalhar seu texto. Portanto lembre-se: enfeitar demais a sua redação pode lhe atrapalhar ao invés de ajudar. Seja objetivo no seu texto para que você possa fazer uma boa redação.

Ter alguém para corrigir suas redações

A fase de preparação é importante quando o assunto é escrever bem uma redação. Elenque as suas dificuldades para que você possa ter tempo para estudá-las e aplicá-las. Se a conjugação dos verbos é a parte que você tem mais dificuldades em relação a língua portuguesa, deve se aprimorar e se possível procurar ajuda especializada de professores, vídeo aulas e até aulas particulares. Identificar as suas necessidades e assumir que elas existem é o primeiro sinal para que você possa progredir nos seus estudos.

Seja um professor ou um amigo habilidoso na área da redação, é imprescindível contar com alguém que faça a frequente revisão de seus textos, permitindo que você identifique efetivamente quais áreas ainda carecem de preenchimento.

De nada adianta produzir várias redações se todas se mostrarem uniformes e com os mesmos equívocos, caso não haja alguém disponível para corrigi-las e propiciar sua melhora e progresso.

10 dicas para uma redação nota mil
Redação nota mil

Mantenha-se Atualizado

Como já foi citado, algumas dicas só funcionam se forem praticadas a longo prazo. É importante frisar que uma boa redação não significa ter apenas a escrita perfeita. Até porque nas nas redações estão presentes diversos temas da atualidade.

Estar bem informado é essencial para que você possa entender o tema e discorrer sobre ele. Caso esteja estudando para algum concurso ou prova importante que envolva redação, tire um tempo para se manter atualizado dos assuntos do mundo e do país. Isso tornará mais fácil o desenvolvimento dos seus argumentos nesse momento.

10 dicas para uma redação nota mil
Redação nota mil

Existem diversos perfis direcionados ao Enem, vestibulares, blogs de estudo, entre outros, que disponibilizam gratuitamente uma quantidade impressionante de conteúdo incrível para os estudantes.

Além disso, muitos professores talentosos realizam lives, oferecem espaços para esclarecer dúvidas do público, resolvem questões e fazem correções de redações. Esses perfis desempenham um papel fundamental ao fornecer uma base sólida e valiosa para os estudantes.

Releia todas as correções feitas

Aproveite este momento para revisar todas as dicas fornecidas, todas as técnicas testadas e avaliar o que funcionou e o que não deu resultado. É o momento de consolidar tudo o que foi eficaz. Preste atenção meticulosa aos mínimos detalhes, pois eles farão toda a diferença.

É interessante pegar os itens onde você errou, e estuda-los com mais intensidade. Se você quiser, nós temos uma matéria com todos os temas de redação das edições passadas do Enem desde 2001, para você consultar e estudar como quiser.

Exemplo de Redação Nota Mil

Enem 2022 – Luís Felipe de Brito.

Tema: Desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil. Veja o texto corrigido com a nota 1000:

O poeta modernista Oswald de Andrade relata, em “Erro de Português”, que, sob um dia de chuva, o índio foi vestido pelo português – uma denúncia à aculturação sofrida pelos povos indígenas com a chegada dos europeus ao território brasileiro. Paralelamente, no Brasil atual, há a manutenção de práticas prejudiciais não só aos silvícolas, mas também aos demais povos e comunidades tradicionais, como os pescadores. Com efeito, atuam como desafios para a valorização desses grupos a educação deficiente acerca do tema e a ausência do desenvolvimento sustentável.

Diante desse cenário, existe a falta da promoção de um ensino eficiente sobre as populações tradicionais. Sob esse viés, as escolas, ao abordarem tais povos por meio de um ponto de vista histórico eurocêntrico, enraízam no imaginário estudantil a imagem de aborígenes cujas vivências são marcadas pela defasagem tecnológica.

A exemplo disso, há o senso comum de que os indígenas são selvagens, alheios aos benefícios do mundo moderno, o que, consequentemente, gera um preconceito, manifestado em indagações como “o índio tem ‘smartphone’ e está lutando pela demarcação de terras?” – ideia essa que deslegitima a luta dos silvícolas.

Entretanto, de acordo com a Teoria do Indigenato, defendida pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, o direito dos povos tradicionais à terra é inato, sendo anterior, até, à criação do Estado brasileiro. Dessa forma, por não ensinarem tal visão, os colégios fometam a desvalorização das comunidades tradicionais, mediante o desenvolvimento de um pensamento discriminatório nos alunos.

Além disso, outro desafio para o reconhecimento desses indivíduos é a carência do progresso sustentável. Nesse contexto, as entidades mercadológicas que atuam nas áreas ocupadas pelas populações tradicionais não necessariamente se preocupam com a sua preservação, comportamento no qual se valoriza o lucro em detrimento da harmonia entre a natureza e as comunidades em questão. À luz disso, há o exemplo do que ocorre aos pescadores, cujos rios são contaminados devido ao garimpo ilegal, extremamente comum na Região Amazônica.

Por conseguinte, o povo que sobrevive a partir dessa atividade é prejudicado pelo que a Biologia chama de magnificação trófica, quando metais pesados acumulam-se nos animais de uma cadeia alimentar – provocando a morte de peixes e a infecção de humanos por mercúrio. Assim, as indústrias que usam os recursos naturais de forma irresponsável não promovem o desenvolvimento sustentável e agem de maneira nociva às sociedades tradicionais.

Portanto, é essencial que o governo mitigue os desafios supracitados. Para isso, o Ministério da Educação – órgão responsável pelo estabelecimento da grade curricular das escolas – deve educar os alunos a respeito dos empecilhos à preservação dos indígenas, por meio da inserção da matéria “Estudos Indigenistas” no ensino básico, a fim de explicar o contexto dos silvícolas e desconstruir o preconceito. Ademais, o Ministério do Desenvolvimento – pasta instituidora da Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais – precisa fiscalizar as atividades econômicas danosas às sociedades vulneráveis, visando à valorização de tais pessoas, mediante canais de denúncias.

Fonte: site oficial MEC

FAQ Rápido

É possível se preparar para escrever uma redação nota 1000?

Sim, é possível se preparar para a redação do Enem estudando técnicas de escrita, praticando a escrita de textos, lendo e se informando sobre assuntos diversos, além de conhecer os critérios de avaliação utilizados pelo exame.

Como elaborar uma boa argumentação na redação?

Uma boa argumentação requer a apresentação de ideias claras e embasadas em fatos, dados, exemplos e referências socioculturais. É importante conectar os argumentos de forma lógica e coerente, utilizando estratégias como comparação, causa e efeito, entre outras.

Como estruturar uma redação nota 1000?

A estrutura básica da redação deve conter introdução, desenvolvimento e conclusão. A introdução apresenta o tema e a tese; o desenvolvimento desenvolve os argumentos e os exemplos; e a conclusão retoma os principais pontos e apresenta uma proposta de solução, quando solicitado.

Como escolher um tema para a redação?

No Enem, o tema é fornecido no dia da prova. É importante ler o enunciado com atenção, identificar os elementos centrais do tema e selecionar uma abordagem que permita uma argumentação consistente.

Fale conosco nos comentários e diga oque achou dessa matéria e aproveite para ler mais notícias e estudar, como por exemplo, o que é Intertextualidade, no nosso site.

Deixe um comentário